Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

Ter | 01.05.18

Sonhos enrolados...amores acabados

eu
Sonhos enrolados,sentimentos perdidos,sonhos contados amores sentidos.É a luz que se apaga,os sorrisos que desvanecem,é o coração que aperta,que sente e chora.São as palavras que magoam,e me rasgam a alma,são sonhos enrolados,pensamentos desfeitos,sentimentos perdidos,amores sentidos,e amores acabados.São sonhos enrolados!EU 
Sab | 14.04.18

Desabafos

eu
Ando aqui às voltas, preciso escrever, mas nem sei como começar, nem por onde ir. Os últimos tempos têm sido uma verdadeira roda viva de emoções, de sentimentos, de preocupações, mas também de alegrias, aprendizagens, de muito amor e dedicação.  Quando a nossa vida entra num turbilhão de acontecimentos, assim um bocadinho pro inesperados, ficamos sem saber o que fazer, como agir, às vezes sem pensar! Sei que parece confuso, sim e tem sido muito confuso, complicado de gerir, (...)
Qui | 12.04.18

Que gente queres ser?

eu
De coração apertado,Sentido e angustiado,Sem saber o que fazer, Sem saber o que dizer.Estás longe e tão perto,Estás perdido sem saberSem sentido, é certo.Que caminho queres seguir,Que gente queres ser?    
Seg | 09.04.18

Tenho medo de fracassar

eu
Quando somos jovens e ficamos grávidas do nosso primeiro filho nunca ninguém nos diz que ser mãe é muito, mas muito difícil, não só porque um filho trás consigo muitas responsabilidades, mas também, porque nos cabe a nós  pais, educar e formar para o mundo um ser humano capaz e integro, honesto, e empreendedor. Nunca ninguém nos diz que vamos passar horas e horas em branco, em angustia, ou porque estão doentes, ou porque não dão noticias numa saída noturna, ou (...)
Sab | 07.04.18

De volta a casa

eu
Tenho estado fora, já devem ter reparado nisso,.Podia ter sido uma viagem, um emprego novo, sei lá...mas não, andei muito ocupada com a cirurgia do meu mais novo, e com o tempo que se passa no hospital, e a ansiedade do momento, nem conseguia pensar em mais nada!.Felizmente, e apesar da complexidade da situação, correu tudo bem! A minha criança já está em casa, e a recuperar bem!!Ufa,  que esta  já passou! Mãe sofre tanto ....se sofre!  
Sex | 23.03.18

Amigos da Onça

eu
Sei que tenho estado ausente, motivos de força maior que me trouxeram a mais profunda das tristezas e das agonias, e só quem percebe a dor da perda de alguém querido, o pode entender.Esta foi uma semana de coisas menos boas, assim só para não dizer que foram muito más. Como perder um amigo não seria suficiente, também foi preciso sentir a dor de alguém que perdeu parte do seu chão e dos seus amigos (assim por quase nada)... sim é muito duro...é preciso tanto para crescer?Ques (...)
Dom | 18.03.18

O Sol que me alimenta

eu
Tão bom o Sol que brilhou hoje, já precisava respirar o ar do mar, ou melhor, do rio!Passear à beira Tejo, correr a baixa de lés a lés, espreitar aqui e ali, e ainda por cima bem acompanhada. Lisboa estava linda e cheia de gente com fome de Sol e de calor!Por favor Primavera, vem depressa e traz contigo as tardes soalheiras, o quentinho bom de uma tarde de esplanada, e o contemplar no horizonte o fim de um belo dia,. apreciando um magnifico  Pôr do Sol.Tão bom, mas tão bom! (...)
Sex | 16.03.18

A Gente sente o que eles sentem

eu
A gente sente quando eles não estão bem, quase que consigo perceber a dor no seu peito, a angustia da dúvida, da incerteza. Nunca ninguém disse que viver era uma tarefa fácil, mas o que não nos mata torna-nos mais fartes, certo?Por que razão somos tão ansiosos, eu sou, admito, é um defeito enorme que tenho. Ele ganhou este defeito de mim, infelizmente.Preciso aprender a respirar....estou a sufocar! Não por mim, mas por ele. i
Sex | 16.03.18

Porque és um Bom Vizinho

eu
Esta é uma forma de te agradecer, pelas tuas palavras às minhas letras. Uma das casas que costumo frequentar com assiduidade é a do carlos em apenas um detalhe . É um vizinho sempre pronto a ajudar com as suas palavras sensatas e amigas. Gosto da sua forma genuína de escrever e sempre que posso faço-lhe uma visita. Visitem-no, não é apenas um detalhe, é acima de tudo, um bom vizinho! Eu