Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

Sex | 23.03.18

Amigos da Onça

Sei que tenho estado ausente, motivos de força maior que me trouxeram a mais profunda das tristezas e das agonias, e só quem percebe a dor da perda de alguém querido, o pode entender.

Esta foi uma semana de coisas menos boas, assim só para não dizer que foram muito más. Como perder um amigo não seria suficiente, também foi preciso sentir a dor de alguém que perdeu parte do seu chão e dos seus amigos (assim por quase nada)... sim é muito duro...é preciso tanto para crescer?

Questiono-me muitas vezes o que nos leva a ter determinados comportamentos, e de que forma pode a maldade ocupar tanto espaço nos corações das pessoas. Como? Como é possível ser dono da incessibilidade, do rancor, do ódio, como podemos nós ficar indiferentes, não querer saber da dor do outro, enganar, ser mesquinho. Como é possível que os amigos nos abandonem, nos virem as costas ou nos julguem, quando deviam estar lá e apoiar, dar a mão e ajudar, tentar perceber o nosso lado, as nossas razões. Não precisamos concordar, mas apenas compreender. A meu ver os amigos não nos deviam matar, deviam antes ajudar a salvar-nos, certo? Que sentido tem esta palavra entáo... amizade é o quê afinal?!

É triste perceber que as pessoas se movem quase sempre por interesses, é triste perceber que afinal aquelas pessoas que tu acreditavas serem especiais, são só uma merxa. Amigos da Onça, é o que são.

b0a519969294b31645fba00f4ee72e09.jpg

 imagem aqui

Dom | 18.03.18

O Sol que me alimenta

Tão bom o Sol que brilhou hoje, já precisava respirar o ar do mar, ou melhor, do rio!

Passear à beira Tejo, correr a baixa de lés a lés, espreitar aqui e ali, e ainda por cima bem acompanhada. 

Lisboa estava linda e cheia de gente com fome de Sol e de calor!

Por favor Primavera, vem depressa e traz contigo as tardes soalheiras, o quentinho bom de uma tarde de esplanada, e o contemplar no horizonte o fim de um belo dia,. apreciando um magnifico  Pôr do Sol.

Tão bom, mas tão bom! Que saudades de ti!

por do sol.jpg

 

Sex | 16.03.18

A Gente sente o que eles sentem

A gente sente quando eles não estão bem, quase que consigo perceber a dor no seu peito, a angustia da dúvida, da incerteza. Nunca ninguém disse que viver era uma tarefa fácil, mas o que não nos mata torna-nos mais fartes, certo?

Por que razão somos tão ansiosos, eu sou, admito, é um defeito enorme que tenho. Ele ganhou este defeito de mim, infelizmente.

Preciso aprender a respirar....estou a sufocar! Não por mim, mas por ele. 

o-ANSIEDADE-570.jpg

imagem aqui

 

 

Sex | 16.03.18

Porque és um Bom Vizinho

Esta é uma forma de te agradecer, pelas tuas palavras às minhas letras.

Uma das casas que costumo frequentar com assiduidade é a do carlos em apenas um detalhe .

É um vizinho sempre pronto a ajudar com as suas palavras sensatas e amigas. Gosto da sua forma genuína de escrever e sempre que posso faço-lhe uma visita. Visitem-no, não é apenas um detalhe, é acima de tudo, um bom vizinho!

Eu

Seg | 12.03.18

Sempre coisas para fazer

Não sei se convosco é igual, mas aqui por casa há sempre coisas para fazer, parece que o pó nasce por todos os lados, há sempre roupa para lavar, estender e passar, refeições para preparar, chão para aspirar e lavar, migalhas que nascem não sei de onde, e por ai fora... 

Às vezes penso que vivo na loucura das limpezas, que só eu vejo pó por todos os lados, mas não é assim, pois não? Digam-me que na vossa casa é igual, que brotam grãos de pó como cogumelos em chão sombrio, que também há sempre qualquer coisa para arrumar ou para limpar! Digam-me, por favor, que não estou sozinha nisto!

como-estabelecer-um-cronograma-de-servico-de-limpe

 imagem aqui

Qua | 07.03.18

Meu querido mês de Março

Março é para mim, um mês importante, é uma época que me trás boas recordações, sentimentos bons, daqueles que guardamos numa caixinha, dentro do nosso coração, que ficam para sempre na nossa memória.

Foi em Março que se iniciou a minha história de vida a dois,  de um amor que já tem 26 anos; 

Mês do nascimento do meu primeiro rebento;

Mês da criação do meu segundo rebento;

Mês da celebração do dia internacional da mulher, parabéns a todas as mulheres;

Mês que dá  inicio à Primavera.

Março é, sem dúvida, o meu mês.

1726.jpg

 

Ter | 06.03.18

Sr. Trump, "Quem vai à Guerra dá e leva"!

A administração Trump prepara-se para dar inicio a mais uma era protecionista, a fazer lembrar as políticas económicas dos séculos XVII e XVIII, quando reis absolutistas criavam barreiras alfandegarias através do aumento de impostos e taxas aos produtos importados, de forma a enriquecer o país. 

Como tudo na vida, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, alteram-se políticas, e com a era da globalização económica acabaram-se as barreiras alfandegarias e passamos a ter a OMC (Organização Mundial do Comércio) a regular as práticas comerciais internacionais e a promover um comercio livre, aberto e transparente.

Ao anunciar esta guerra comercial Trump já devia acautelar as suas consequências, pois "quem vai à guerra, dá e leva", e sendo assim, a Comissão Europeia também já fez saber pela voz do seu Presidente Jean-Claude Juncker, que nós Europeus " também sabemos fazer coisas estúpidas". 

Já começaram a pensar na quantidade de marcas americanas que consumimos no nosso simples quotidiano? Pois, são algumas!! 

Se calhar devíamos começar a pensar nisto, ou talvés não!

 

Wie-geht-Europa-kuenftig-mit-Trump-um_ArtikelQuer.

 imagem aqui

Seg | 05.03.18

Animais de Estimação em Restaurantes?

Muito se fala sobre a nova lei que dá oportunidade a proprietários de restaurantes autorizarem a permanência de animais de estimação nas suas instalações. Hoje, vai ser este o tema do Prós e Contras, no Canal 1 da RTP. Ainda antes de assistir ao debate, quero deixar a minha opinião sobre este assunto, que está a gerar alguma polémica. 

Antes de mais, quero dizer-vos que adoro animais, tenho um cão que faz parte da minha vida e da minha família, que partilha comigo e com todos aqui em casa tudo o que é possível para um cão partilhar: o colo, o aconchego, os mimos, e as brincadeiras. Viaja muitas vezes comigo e escolho espaços onde sei que é bem recebido. Quando vou a um restaurante, tenho o cuidado de escolher um que tenha esplanada para que o meu amigo patudo o possa frequentar.

Confesso que o ideal seria poder entrar e estar em qualquer espaço com o meu Zé ( é assim o nome do meu cão), mas não tenho dúvidas em dizer que não concordo com a presença de animais em espaços de restauração que sejam  fechados. 

E as razões são simples:

Os animais, apesar de poderem ser treinados, não são previsíveis nos comportamentos,nem sempre conseguem controlar emoções ou vontades;

Por muito bem lavados e escovados, sabemos que gostam de rebolar na relva, cheirar todos os cantos, saltar e chafurdar!

E controlar a vontade de dar uma dentada na travessa que passa?

E será que vamos encontrar só animais bem ensinados e tratados,  serão todos afáveis e sociais? 

Depois também há os que têm medo de cães,de gatos ou de outros animais, e a meu ver devemos saber respeitar os medos dos outros; Eu não posso obrigar ninguém a conviver com o meu cão!

Contra a minha vontade falo, gostaria muito de levar o meu cão a um restaurante, mas percebo que essa não será a melhor forma de estar com o meu animal, nem para mim, nem para ele, nem para ninguém.

Por último, a higiene num restaurante é um fator muito importante, logo animais de estimação, mesmo que se sigam todas as práticas de higiene, não são, na minha opinião compatíveis. 

Que me desculpem os patudos!

  

5a06af9ccb38b66e29476ab8fcdf68db-754x394.jpg

imagem aqui

 

Sab | 03.03.18

A carne é fraca mas a vontade é forte

Como sabem, e se não sabem ficam agora a saber, estou em dieta há duas semanas, e o objetivo é perder um quilo por semana, No inicio foi deveras difícil, achava que estava sempre com fome, mas não ....não era fome, era apenas vontade de comer. Engordei ao longo destes três anos em que deixei de fumar, quando comecei lentamente a substituir o cigarro por comida, o que provocou um aumento de doze quilinhos. Não, eu não estou gorda, estou só a rebentar, como tal, teve de ser ! E não é que a coisa até nem está a correr mal!? Dois quilos já se foram, agora é continuar a insistir e não desistir.

A carne é fraca mas a vontade é forte, disso sei eu! 

(imagem aqui)oo.jpg

 

Pág. 1/2