Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

Qui | 18.01.18

Eurovisão, Apresentação e Discriminação

Com quotas ou sem elas.

Falamos todos em IGUALDADE de Direitos, de Oportunidades,de Género, disto e daquilo. Gritamos todos um Não à discriminação, pelas mulheres, pelos homens, pelas ideias, pela religião, ou pela cor da pele.

Quando falamos em discriminação, queremos que ressaltem as ideias de diferença, ou indiferença ou de marginalização, e sabemos que não os queremos ver, nem ouvir ou sentir.

Quer queiramos ou não, vivemos numa sociedade que diferencia, que distingue pela diferença, quer seja ela racial, religiosa ou sexual. Não são as quotas que trazem a igualdade, mas também não as considero discriminatórias, são as mentalidades que a promovem. 

Sabemos que a mentalidade não muda de um dia para outro, e se pensarmos que o racismo e discriminação existem desde sempre, as  quotas são apenas um meio de  atenuar as diferenças, pois vejamos, se antes discriminaram porque os escolhidos eram homens, hoje discriminamos porque só se escolheram mulheres. As escolhas que fazemos podem ser indiscriminadas mas, por vezes, são muito discriminatórias.

 EU

grupo01.jpg

(fonte imagem :media.rtp,pt)

 

1 comentário

Comentar post