Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

palavras&desabafos

Escrever o que sinto, o que quero, o que penso. Divagar pela alma, pelo coração, ou simplesmente salvar ideias e criar sonhos.

Ter | 23.01.18

Querida Júlia: Ainda sobre a SuperNanny

Querida Júlia, acredita em todas as palavras que proferiu? Considera mesmo que este programa pode ter uma vertente pedagógica? Acredita que estão a defender a educação e a fazer crescer de forma saudável estas crianças? 

Não acredito que a exposição do lado mais frágil seja benéfico para qualquer criança, e falo como mãe, mas também, como profissional da educação. Trabalhei muitos anos com crianças, cujas regras que conheciam eram as suas, com jovens adolescentes com poucos hábitos de rotina, com situações delicadas e muitas vezes difíceis. Apesar de todas as dificuldades e angustias que os pais possam ter não podemos agora agarrar nas nossas crianças e expô-las desta forma, ficam assim despidas de qualquer proteção quanto à sua identidade. Certamente, vão sofrer as consequências desta exposição na rua, na escola, ou mesmo enquanto brincam no jardim. 

Os pais pedem ajuda? Então que se ajudem estes pais, que se partilhem técnicas, modelos, mas sem revelar a identidade das crianças. 

E se fosse consigo, como reagiria a esta exposição? Se fosse uma destas crianças? Como se sentiria ao sair à rua e ao mesmo tempo saber que todos partilharam a sua intimidade, as suas birras e as suas fraquezas? Acha mesmo que a humilhação a que seria sujeita podia de alguma forma ser benéfica ao seu crescimento?

Custa-me a acreditar que acredita nas suas palavras! EU

transferir.jpgtransferir.png